Pessoas identificando um vazamento na parede

Como identificar vazamentos de água em residências?

Manter a casa em ordem exige a vigília permanente da sua situação, inclusive, estar atento a possíveis problemas que podem afetar a qualidade do ambiente e, inclusive, o bolso dos seus moradores. E entre tantos cuidados, é essencial saber como identificar vazamentos de água em residências.

Embora seja comum que esteja acompanhado de outros empecilhos, como papel de parede ou azulejos soltando, umidade visível e manchas de mofo, os vazamentos de água podem ser silenciosos e estarem menos à vista.

Além de poderem causar muita dor de cabeça caso se tornem mais graves, o orçamento da família também é impactado. Afinal, de acordo com dados da Sabesp – Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo, um inofensivo filete de água pode gerar um grande desperdício, aumentando a conta do mês.

Portanto, é urgente descobrir onde possíveis vazamentos de água podem ser encontrados, para então, serem revolvidos o quanto antes. Ficou interessado no assunto e quer conferir as principais dicas e obter demais informações? Então, continue com a leitura deste artigo e dos tópicos a seguir.

  • Verifique a medição do hidrômetro
  • Torneiras das pias de casa
  • Tubulação embutida na parede
  • Canos alimentados pela caixa d’água
  • Canos alimentados diretamente pela concessionária
  • Caixa de descarga ou válvula do vaso sanitário
  • Piscinas em casas e condomínios
  • Responsabilidade do vazamento em condomínios

Verifique a medição do hidrômetro

A primeira dica para saber como identificar vazamentos de água em residências é verificando o hidrômetro, também conhecido como relógio de água, desde que na sua casa ou apartamento haja a medição de água de maneira individual.

Para realizar o procedimento, é necessário, antes de mais nada, fechar bem todas as torneiras. Da mesma forma, é adequado desligar os aparelhos que fazem uso de água. O próximo passo é observar o número inicial que o hidrômetro exibe. Não dê a descarga nos sanitários durante o procedimento.

Depois de uma hora, é preciso que você olhe se o número que aparecia antes mudou ou se o ponteiro se movimentou. Se acontecer uma das duas situações significa que existe sim um vazamento de água na sua residência. Chega o momento de descobrir onde ele está.

Torneiras das pias de casa

Os vazamentos nas torneiras das pias em residências são os mais comuns e podem ser facilmente percebidos. Basta observar se existe a existência de cotejamento mesmo quando elas estão fechadas. Se for constado o problema, pode ser suficiente trocar a borrachinha de vedação interna.

Tubulação embutida na parede

Se os sinais físicos acompanham o vazamento de água, se torna mais fácil identificar a sua origem. No caso de um problema na tubulação embutida na parede, o mais comum é que apareçam evidências como manchas de mofo, alteração da cor do revestimento, umidade, além de outros sinais.

Para se certificar do problema, recomenda-se realizar um teste, no entanto, é necessário saber por onde passa o encanamento. Em caso positivo, o chamado teste da batida consiste em bater em toda a extensão do encanamento, sendo que no local onde o som é diferente indica a região do problema.

Com a identificação do vazamento de água, o melhor é contratar um profissional para se certificar da sua existência e resolvê-lo.

Canos alimentados pela caixa d’água

O vazamento de água pode ter origem dos canos que conduzem água proveniente da caixa d’água. Para saber se o problema está nessa tubulação, é preciso fechar todas as torneiras, desligar os aparelhos que usam água e não dar a descarga nos sanitários.

Depois, na caixa d’água, é preciso que você feche bem a torneira de boia, a fim de não deixar que entre água, e marque o nível da água na própria caixa. Após uma hora, observe se o nível baixou, sendo que se isso tiver ocorrido, é porque há um vazamento nos canos ou mesmo nos sanitários ligados à caixa d’água.

Canos alimentados diretamente pela concessionária

O vazamento de água pode ser proveniente ainda de encanamento que é alimentado de forma direta pela concessionária da sua cidade. Para saber se esse é o caso, o primeiro passo consiste em fechar o registro de água na parede.

Em seguida, abra uma torneira que seja alimentada diretamente pela concessionária e espere a água parar de cair. Depois, deposite um copo cheio de água na boca da torneira, de modo que a ponta da torneira fique submesa na água do copo.

Se a água no copo for sugada, significa que existe sim vazamento nessa tabulação. E mais uma vez, vale a pena chamar um profissional capacitado para identificar o local exato do problema.

Caixa de descarga ou válvula do vaso sanitário

No vaso sanitário também podem ocorrer vazamentos de água e existe um teste para descobrir se o local apresenta o problema.

Para tanto, é preciso jogar um pouco de borra de café dentro do vaso e observar se o conteúdo fica depositado no fundo, o que é o normal de acontecer.

Caso não fique, quer dizer que existe um vazamento com origem na caixa de descarga ou na válvula do seu vaso. É preciso concertar.

Piscinas em casas e condomínios

Para identificar vazamentos de água em piscinas, o melhor método consiste em deixá-la com a água no nível normal, encher um balde com água da piscina até cinco centímetros da borda, marcar o nível da água do balde, bem como o nível de água piscina.

Em seguida, prenda o balde no interior da piscina de modo que a água do balde permaneça com a mesma temperatura do restante e sem deixar que elas se misturem. Após um dia, basta observar o nível de água do balde e o nível de água da piscina para comparar as marcações feitas inicialmente.

 Se houver uma variação na altura dos níveis de água, a piscina certamente apresenta um vazamento. Vale ressaltar que o balde é utilizado porque a água da piscina pode evaporar naturalmente. Além disso, se chover, é necessário refazer o teste.

Responsabilidade do vazamento em condomínios

Além de saber como identificar vazamentos de água em residências, é importante que pessoas que moram em condomínios entendem como funciona a responsabilidade pelo vazamento. Ou seja, quem deve arcar com as despesas do reparo do problema.

Caso o vazamento seja em um cano, é preciso identificar de qual encanamento se origina o problema, sendo que pode ser da tubulação principal do prédio, que é formada pelas colunas, canos verticais e áreas comuns

Também pode ter origem da tubulação horizontal, referente aos ramais, que conduzem água para cada um dos apartamentos. Se for constatado que o problema inicia na tubulação principal, a responsabilidade é do condomínio e as despesas devem ser divididas pelos condôminos.

Mas se o vazamento de água inicia na tubulação horizontal, são os moradores que devem resolver a situação. É importante destacar que normalmente o vazamento tem origem do apartamento do andar de cima e o seu proprietário deve pagar os custos em decorrência do conserto.

Saiba mais sobre vazamentos entre apartamentos: de quem é a responsabilidade aqui em nosso blog!

E aí conseguiu entender tudo sobre como identificar vazamentos de água em residências? Escreva aqui nos comentários.

E não se esqueça de seguir a DF Casa Imóveis no Facebook e Instagram, e se inscreva no nosso canal do Youtube e se surpreenda com nosso conteúdo por lá também.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *