Verdades ou mitos do Casa Verde e Amarela

O Casa Vede e Amarela é o programa habitacional do governo federal, que foi lançado para substituir o Minha Casa Minha Vida.

Assim como o seu antecessor, esse programa possibilita que muitas pessoas consigam realizar o sonho de comprar a sua casa própria.

Isso é possível porque facilita o financiamento para a aquisição de uma casa ou apartamento, em especial, para cidadãos com baixa renda.

Dessa maneira, quanto menor os rendimentos do comprador, mais vantagens ele possui, como taxas de juros mais baixas.

Com o programa Casa Verde e Amarela, os interessados podem ainda reformar a sua residência para oferecer mais conforto e qualidade de vida para a sua família ou mesmo fazer a regularização fundiária, de modo que o seu imóvel se torne legal, caso não seja.

No entanto, é normal que existam muitas dúvidas sobre como funciona esse programa do governo.

Portanto, para esclarecer todas elas e, inclusive, as verdades ou mitos do Casa Verde e Amarela, continue com a leitura deste artigo.

Nos tópicos a seguir você encontra os principais esclarecimentos e informações a seu respeito.

  • Pessoas de baixa renda podem comprar um imóvel – Verdade
  • É possível usar o FGTS no financiamento de imóvel – Verdade
  • Vale a pena antecipar o pagamento das prestações – Verdade
  • Não se pode financiar um apartamento com nome sujo – Verdade
  • Não pode participar do programa quem já tem imóvel em meu nome – Verdade
  • Financiamentos de imóveis são todos iguais – Mito
  • Consegue-se compor renda apenas com o cônjuge – Mito
  • Quem é autônomo não tem como comprovar renda – Mito
  • Quem perde o emprego e não paga as prestações perde o imóvel automaticamente – Mito
  • É demorado financiar a casa própria – Mito

Verdades

Vamos descobrir as verdades ou mitos do Casa Verde e Amarela começando pelas verdades a seguir:

Pessoas de baixa renda podem comprar um imóvel

Para muitas pessoas pode parecer impossível, mas a verdade é que mesmo famílias de baixa renda conseguem comprar uma casa ou apartamento por meio do financiamento oferecido pelo programa Casa Verde e Amarela. Aliás, para elas os benefícios são maiores à medida que a renda for menor.

Como já dito, a principal vantagem está no fato dos juros serem muito mais baixos que os praticados normalmente nos financiamentos imobiliários.

A taxa depende da renda familiar, bem como da região onde se vive, já que pessoas que moram no norte e no nordeste brasileiros contam com juros ainda menores.

É possível usar o FGTS no financiamento de imóvel

É verdade também a possibilidade de usar o FGTS no financiamento do imóvel nesse programa habitacional.

O dinheiro existente nessa conta pode ser usado para reduzir o valor das parcelas ou mesmo para dar de entrada.

Já para usufruir dessa vantagem, o comprador do imóvel deve se enquadrar em algumas requisitos.

Entre eles, não estar pagando outro financiamento habitacional, ter trabalhado de carteira assinada por, pelo menos, três anos e não possuir uma casa ou apartamento em seu nome.

Vale a pena antecipar o pagamento das prestações

Mais uma dúvida comum dos interessados em realizar o sonho de ter a sua casa própria por meio do programa Casa Verde e Amarela é se vale a pena antecipar o pagamento das prestações.

A resposta é sim, essa medida sempre é vantajosa, uma vez que reflete no pagamento de menos juros ao longo do contrato.

Para tanto, é possível fazer uso do já citado crédito do FGTS e mesmo do 13° salário para amortizar a dívida.

Nesse sentido, uma dica importante é fazer um planejamento financeiro antes de iniciar o financiamento.

Desse modo, você vê o quanto deve economizar para pagar em dias as parcelas.

Não se pode financiar um apartamento com nome sujo

Embora existam muitas vantagens em aderir ao programa habitacional do governo, é preciso que o comprador esteja com o seu nome limpo.

Isto é, o seu nome não pode constar nas listas do SPC ou da Serasa, o que ocorre quando há dívidas em seu nome.

Portanto, o primeiro passo é pagar as dívidas existentes, o que pode ser feito negociando com as pessoas ou empresas para as quais você deve.

Hoje em dia, a negociação de dívidas é muito comum, sendo normal que ela até mesmo seja reduzida quando o devedor garante que vai quitá-la.

Não pode participar do programa quem já tem imóvel em seu nome

O Casa Verde e Amarela tem como objetivo ajudar as pessoas a comprarem um imóvel para morarem, em especial, aquelas que possuem dificuldade em conseguir um financiamento imobiliário pelos canais comuns devido às taxas de juros altas e demais condições.

Isso quer dizer que o programa habitacional prioriza auxiliar os cidadãos que ainda não têm a sua casa própria.

Dessa forma, quem já tem uma casa ou apartamento que serve como moradia no seu nome não consegue se tornar um beneficiário do programa.

Mitos

Agora é o momento de descobrir todos os mitos para acabar com as suas dúvidas e crenças sobre o programa.

Financiamentos de imóveis são todos iguais

Existem indivíduos que acham que os financiamentos existentes para comprar uma residência são todos iguais e pouco vantajosos para algumas pessoas. Porém, isso é um mito, já que os contratos de financiamento não são todos iguais.

No caso do Casa Verde e Amarela, de acordo com a renda familiar do comprador, é possível pagar uma taxa de juros determinada e até mesmo contar com um subsídio significativo, que se trata de um valor que o governo concede e abate do preço total do imóvel adquirido.

Isto é, o contrato é personalizado conforme o perfil de cada família.

Consegue-se compor renda apenas com o cônjuge

Outro mito é achar que se consegue compor renda apenas com o cônjuge. Afinal, você pode fazer a composição com uma ou mais pessoas, sendo que elas podem ser qualquer parente seu.

No entanto, é importante entender que nesse caso eles também são considerados proprietários do imóvel e responsáveis pelo pagamento.

A vantagem de compor renda com mais pessoas é a possibilidade de ter acesso a imóveis de maior valor.

Quem é autônomo não tem como comprovar renda

Mais um mito sobre o programa é achar que os profissionais que são autônomos não conseguem comprovar renda para participarem do Casa Verde e Amarela. A verdade é que existem muitas maneiras de realizar essa comprovação.

Entre elas, pode ser usado o extrato com as transações bancárias, apresentar as despesas mensais fixas ou o guia de recolhimento de INSS e até mesmo a declaração do Imposto de Renda serve.

Quem perde o emprego e não paga as prestações perde o imóvel automaticamente

Existe ainda o mito de achar que quem perde o emprego e não paga as prestações perde o imóvel automaticamente. Mas não é assim que acontece, pois o banco prevê que isso pode ocorrer.

Desse modo, em alguns contratos existe o seguro obrigatório, que ajudam a cobrir por um determinado tempo as parcelas em caso de desemprego.

Mas se no seu contrato não existe esse seguro, então, antes mesmo de atrasar as prestações você deve conversar com o banco para renegociar a dívida.

É demorado financiar a casa própria

Engana-se ainda quem pensa que é demorado financiar a casa própria, ou seja, trata-se de mais um mito.

Contudo, é importante saber que para o procedimento ser mais rápido é preciso estar com todos os documentos em mãos na hora de se inscrever no programa.

Da mesma forma, é necessário reunir todos os documentos do imóvel que se deseja comprar na hora deles serem avaliados pela Caixa, sendo que esse banco é o responsável por todas as avaliações do Casa Verde e Amarela.

Uma dica é conversar com um corretor de confiança e credibilidade no mercado que possa ajudá-lo a juntar todos os documentos que são exigidos.

Assim, você não corre o risco de ter o seu financiamento negado, o que vai exigir reunir os documentos que faltam para que seja solicitada uma nova avaliação.

Então, conseguiu entender tudo as verdades ou mitos do Casa Verde e Amarela? Escreva aqui nos comentários o que achou do blog.

E não se esqueça de seguir a DF Casa Imóveis no Facebook e Instagram, e se inscreva no nosso canal do Youtube e se surpreenda com nosso conteúdo por lá também.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *